Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios. Si continúa navegando, consideramos que acepta su uso. Puede obtener más información en nuestra política de cookies

DIÁLOGOS SOBRE FORMAÇÃO DE FORMADORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL

DIÁLOGOS SOBRE FORMAÇÃO DE FORMADORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL
Ficha técnica
Editorial:
EDITORA APPRIS
ISBN:
9788547308452
Idioma:
PORTUGUÉS
Formato:
EPUB
DRM:
Si
Tagus

6,49 €

A formação de formadores é uma temática que ainda conta com escassa produção acadêmica e editorial no Brasil. Embora haja consenso sobre a relevância dos processos formativos para o desenvolvimento profissional e a melhoria da qualidade da educação, pouco se investe em relação à pesquisa e à produção bibliográfica sobre a constituição da profissionalidade dos formadores. Pensando nisso, Diálogos sobre formação de formadores da educação infantil traz elementos para a compreensão de como os formadores se tornam o que são, ou seja, quais elementos constituem sua profissionalidade. Utilizando as narrativas de formação como metodologia de pesquisa, foram identificadas experiências de naturezas diversas, que tiveram especial sentido nos percursos formativos dos formadores. Essa multiplicidade deu contorno a uma ciranda de experiências, de natureza sensível, lúdica, estética, política e da ação pedagógica, com destaque às experiências relativas à escuta de crianças. Considerando que a escuta ainda não é reconhecida como um elemento constitutivo da profissionalidade docente, a obra tematiza e aprofunda tal questão e contribui para provocar uma reflexão sobre a urgência de inserir o desenvolvimento dessa atitude como um dispositivo de formação. A inserção da escuta de crianças na formação dos profissionais é revolucionária, porque demanda mudanças de concepção, por vezes profundas, sobre criança, professor e escola. Na educação infantil, em especial, escutar a criança significa ir muito além do que ela expressa por meio da fala, mas aprender a escutar suas múltiplas formas de expressão. Portanto, a obra colabora para o aprofundamento dos estudos relacionados à formação de formadores e inaugura uma reflexão sobre a necessidade de inserção da escuta de crianças como atitude fundamental na constituição da profissionalidade de formadores e professores.